Use o cupom "NEW" e Ganhe até 20% OFF em todas as Artes!

Joan Miró: Diferenças do surrealismo, portas da percepção, mundo da alucinação e sensações da fome

Mais tarde, ao recordar esse período de sua vida, em que alternava os verões em Montroig e os invernos em Paris, o próprio Miró diria que havia uma diferença básica entre eles e os colegas ligados ao surrealismo.

Enquanto estes utilizavam substâncias artificiais para “abrirem livremente as portas da percepção”, seu principal canal com o mundo da alucinação e do delírio era mesmo a fome.

“Eu voltava tarde da noite para casa e, por falta de dinheiro, não jantava. Assim, rabiscava no papel as sensações que a fome provocava em meu organismo”, revelaria.

Sem conseguir vender um número suficiente de quadros que lhe permitisse uma vida apenas razoavelmente digna, Miró chegou a enfrentar o rigoroso inverno de 1925 tremendo de frio, pois não tinha recursos para sequer mandar consertar o aquecedor que estava quebrado.

Fontes e Fotos: Fundação Miró, ArtCyclopedia, Guggenheim Collection, Famous Artists Gallery. / Wikimedia Commons, Google Arts.

Joan Miró: Recuperação, introvertido, experiências surrealistas e a exploração do inconsciente
Joan Miró: Tempos de penúria, fontes de inspiração, Guerra Civil Espanhola e Guernica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + oito =

Fechar Carrinho de Compras
Fechar Favoritos
Obras vistas Recentemente Close
Fechar

Fechar
Menu da Galeria
Categorias
Chamar no WhatsApp!!
Estamos online! Como podemos te ajudar?
Brazil Artes • Galeria tá ONline!!!
Olá, estou online e com Descontão Especial para você 🤗
No caso de dúvidas, clique no botão abaixo para ser atendido! 🥰